sexta-feira, 19 de junho de 2009

ancelmo luiz graceli

ancelmo

Quem sou eu

professor - pesquisador

Meus blogs

Membros da equipe

Theory of universe fluxonário estruturante graceli
TEORIA DA BIOLOGIA GRACELIANA 1
teoria de biologia, astronomia.cosmo...
ASTROPHYSICS - GRACELIANA 1
SESBRAC . SOCIEDADE ESPÍRITO SANTO - BRASIL DE A
Physics – Astronomy – quarta–quinta –sexta -sétima
OITAVA TEORIA DE ASTRONOMIA GRACELIANA
FIFTH THEORY OF ASTRONOMY GRACELIANA 3
TEORIA DE LA BIOLOGIA E VITALISMO GRACELIANO
Revolução Cientifica Graceliana
Química e física –teoria della unificação por inte
GUG – GRANDE UNIFICAT. GRACELI – FÍSI- QUÍM.BIO-P
SÉTIMA TEORIA DE ASTRONOMIA GRACELIANA
teoria da cosmofísica - graceliana.
TEORIA DE ASTRONOMIA DA ENERGETICIDADE. RADIAÇÃO.
GUG – Grande Unificação Graceliana -Paralela
cosmologie e cosmofisica-grac...
theory of cosmology graceliana
TEORIA DE BIOLOGIA GRACELIANA
sexta teoria de astronomia graceliana
astronomie graceliana
quarta teoria da la astronomia graceliana
sexta teoria de astronomia graceliana
PRIMEIRA TEORIA DE PSICOLOGIA GRACELIANA
teoria di biologia e vitalsmo graceliano
Brazilian-Journa...
OITAVA TEORIA DE ASTRONOMIA ESTRTUTURANTGRAC...
Psicovitalidade e psicogênese – terceira teoria gr
astronomy theory graceliana -sétima.
ASTRONOMY-GRACEL...
THÉORIE DE BIOLOGIE GRACELIANA
TEORÍA DE LA BIOLOGÍA GRACELIANA
ASTRONOMIA DE ENERGETICIDADE, ROTAÇÃO E FLUXOS.
quarta teoria de astronomia graceliana
Química –física – GRANDE UNIFICAÇÃO GRACELIANA
ASTRONOMÍA DE LA ENERGÍA, DEL MASER, DE SECUENCIAS
Química – astroquímica – geofísica – física –micro
ASTRONOMIA DI ENERGIA, DEL Maser, DEI FLUSSI, DELL
TEORÍA DE LA BIOLOGÍA GRACELIANA
THEORY OF UNIVERSE FLUXONARY
ASTRONOMY OF ENERGY, MASER, STREAMS, VARIATIONS, R
PRIMEIRO SISTEMA FILOSÓFICO ´GRACELIANO CRACIOLÓGI
GUG - GRACELI GRAND UNIFICATION - Sinfonia Complet
FILOSOFISMO E FILOSOGIA GRACELIANA CRACIOLÓGICA
Psicovitalidade –psicogênese – terceira teoria gra
Graceli Unificação – química- física cosmofísica -
Theory of physics – GUG- GRACELI GRAND UNIFICATION
GEOFÍSICA – teoria de la atmosfísica – graceli uni
oitava teoría de la astronomia graceliana
BIOLOGIA GRACELIANA VITALISMO DIVINISMO
FILOSOFIA CRACIOLÓGICA GRACELIANA
Física – teoria de la física – grande Unificação G
autocosmo
THEORY OF BIOLOGY GRACELIANA
psicovitalidade - PSICOCRACIOLOGIA GRACELIANA
GRACELI - Desenvolve fórmulas para a Rotação.

Blogs que eu acompanho


Início | Recursos | Sobre | Buzz | Ajuda | Debater | Idioma | Desenvolvedores | Acessórios
Termos de Serviço | Privacidade | Política de conteúdo | ©

TERCEIRA TEORIA DE PSICOVITALIDADE GRACELIANA

TERCEIRA TEORIA DE PSICOVITALIDADE GRACELIANA

A PERSONALIDADE NÃO EXISTE COMO RESULTADO E PRODUÇÃO DOS INCONSCIENTES QUE FORMA O SER. MAS SIM, EXISTE COM RESULTADO E CONSEQUENCIA DO UNIVERSO VITAL.


Autor . ANCELMO LUIZ GRACELI.

Brasileiro, professor, pesquisador teórico, graduado em filosofia.

ancelmoluizgraceli@hotmail.com

Rua Itabira, n 5, Rosa da penha, Cariacica, Espírito Santo, Brasil.

Trabalho registrado na Biblioteca Nacional. Brasil.

Colaborador. Márcio Piter Rangel.

DO QUASE NADA TUDO PODE SURGIR – EXCETO DEUS. POIS É O ÚNICO ABSOLUTO.


PSICOVITALGÊNESE.

PSICOVITALOGIA GRACELIANA.

AS NEUROSES SURGEM POR CAUSA DE MAU FUNCIONAMENTO VITAL.

O ser vivo não nasce numa sociedade que ele vai ser moldado por esta sociedade, mas sim ele nasce num universo vital, que ele será moldado conforme este universo. A MENTE DO SER É PRODUTO DO SEU UNIVERSO VITAL.

A mente, a psiquê tem haver com o universo vital que o constitui.

As neuroses e psicoses são causas de mau funcionamento vital do ser vivo. Que produz este mau funcionamento, levando-o a neuroses e psicoses.

Neuroses e psicoses não têm haver com sexualidade.

A sexualidade é parte e função da reprodução e transcendência da vida.

E não produz a neurose. Ou seja, é mais uma ferramenta produzida pela vida para trabalhar em função da vida.

Pode-se confirmar o que está sendo sustentado que famílias e irmãos possuem desvios psíquicos e neurose. Logo também é genético.


O ser vivo não nasce num meio social que vai moldar a sua personalidade, mas sim ele nasce com um potencial vital, que o constitui. E produz a sua mente, a personalidade, anseios, e a sua existencialidade.

[a existencialidade é o ser existente num seu mundo vital, existencial, psíquico e do mundo].

Ou seja, ele é um todo dentro dele mesmo, e este todo que vai refletir a sua psiquê e personalidade.

Ele é o eu funcional, eu vital. Que produz a personalidade.

As variações de personalidade ocorrem a todo o momento, e variam em grau conforme o universo vital se encontra no seu funcionamento.

A sexualidade não tem função na formação da personalidade, da psiquê ou do inconsciente.

A sexualidade tem a função reprodutiva e transcendental da existência do ser vivo.

A personalidade, a psiquê e o inconsciente já nasce com a pessoa. E faz parte do seu universo vital.

Que é recebido por herança e continuidade dos ascendentes.

O ser nasce com vários elementos e componentes que forma o seu universo vital. Dentro do universo vital tem o universo psíquico. E a personalidade, psiquê, mente, racionalidade, emoções, inconsciente, eu, mim, sobre mim. E outros. Todos fazem parte deste universo psíquico.


A sexualidade faz parte do universo reprodutivo, transcendental e orgânico. Não tem ligação com o universo psíquico.

Apesar de que o universo sexual também é parte do universo vital.

Assim, o ser vivo já nasce com o seu inconsciente, e o seu inconsciente de comportamento e de personalidade.

Apenas vão registrar neste inconsciente acontecimento, valores, padrões, comportamentos adquiridos. Porem já nasce consigo a base, a estrutura do seu inconsciente e do eu. Do mim, e do voltado para si.

A estrutura do inconsciente é parte do universo psíquico e vital, e que lhe é transmitido pelos ascendentes.

A neurose é parte do mau funcionamento do universo vital e psíquico.

Não tem haver com sexualidade e sociabilidade.

O universo psíquico procura o encontro de si e satisfação existencial com o universo vital.

AS NEUROSES NÃO SÃO PROVOCADAS PELO DESVIO DA ORIGINALIDADE DAS PESSOAS, ATRAVÉS DE BLOQUEIOS SEXUAIS E SOCIAIS À AFETIVIDADE. PORTANTO COM FENÔMENO SÓCIO POLÍTICO.

Mas sim, a neurose é parte da natureza produzida pelo mau funcionamento do universo vital e psíquico. Que é recebido da herança dos ascendentes.

Ou seja, a neurose está antes dele, é inata e faz parte da sua natureza vital, psíquica e inconsciente.

O bom funcionamento também é parte da herança vital e psíquica.

O ser já nasce neurótico, quando o é. Conforme a situação este mau funcionamento é revelado.

Se colocar dois irmãos diante de uma situação difícil cada um terá um comportamento diferente.

NÃO SOMOS MOVIDOS PELO INCONSCIENTE, MAS SIM, PELO UNIVERSO VITAL E PSÍQUICO. QUE ESTÁ ALEM DO INCONSCIENTE. POIS O UNIVERSO VITAL REGE O CORPO E SEU FUNCIONAMENTO E TAMBÉM A MENTE, O EU, AS FUNÇÕES DO CORPO, REPRODUÇÃO, A TRANSCENDÊNCIA.


O INCONSCIENTE NASCE COM SUA BASE ESTRUTURAL PRONTA.

O SONHO É UMA FERRAMENTA VITAL, COM FUNÇÕES VITAIS E PSÍQUICAS E METABÓLICAS.

Ou seja, não tem origem sexual, libidinal, de pulsões e instintos, mas sim tem função vital a desenvolver com o seu funcionamento.

O desejo não é o desejo do outro, mas sim de si.

A mente e psiquê não se estrutura pelo outro, não existe pelo outro, mais se estrutura e existe por si e para si. E a base estrutural da mente já nasce com o ser.


A personalidade é parte da natureza vital e universo vital do ser vivo.

SER VIVO E PERSONALIDADE E FUNCIONALIDADE VITAL SÃO COMPONENTES DESTE UNIVERSO VITAL, QUE SE ESTRUTUROU NO SER VIVO DURANTE TODO DESENVOLVIMENTO DE SEUS ASCENDENTES.

Em cavalos e constatado que o comportamento, a aprendizagem, as emoções variam de raças para raça, e conforme a linhagem.

Ou seja, mesmo os animais possuem comportamento que se formou durante varias épocas antes daquele ser.

Assim, a personalidade é parte [componente] da sua natureza vital e universo vital que se formou durante milênios.

A personalidade não tem haver com o inconsciente vital, mas sim, inconsciente e personalidade são dois componentes do universo vital e fazem parte da sua natureza.

Inconsciente vital e personalidade trabalham juntos, e um não determina o outro.

E universo vital e natureza vital determina e produz os dois. Que é a inconsciente vital e a personalidade.


A PERSONALIDADE NÃO EXISTE COMO RESULTADO E PRODUÇÃO DO INCONSCIENTE, OU DOS INCONSCIENTES QUE FORMA O SER. MAS SIM, EXISTE COM RESULTADO E CONSEQUENCIA DO UNIVERSO VITAL.

A personalidade, o comportamento não é produto do inconsciente, inconsciente natural, inconsciente vital. Mas sim é produto do universo vital formado pela natureza vital que se formou durante todo processo de produção da vida daquele ser e de sua espécie e família biológica.

O universo vital que forma o ser vivo, todo seu funcionamento orgânico, reprodutivo, funcional, estrutural também forma o inconsciente, a personalidade, e a sexualidade.

Ou seja, a personalidade não depende do inconsciente para existir, mas sim, ambos dependem do universo vital.

Existem ramos de famílias que todos os irmãos e primos tem problemas psíquicos.


CENTRO DE CONTROLE DO FUNCIONAMENTO VITAL.

QUE DETERMINA A MENTE, O INCONSCIENTE, A PERSONALIDADE, O COMPORTAMENTO, O FUNCIONAMENTO VITAL E ORGÂNICO. E PRODUZ O UNIVERSO VITAL.

O mau funcionamento do universo vital que vai produzir doenças, em alguns na fase ainda nova, em outros na fase de amadurecimento ou velhice.

Em outros vai produzir neuroses, depressão, mau de pânico, psicose, síndromes de medo, angustia, insônia, pesadelos, etc.

Que tem haver com os processos metabólicos produzidos pelos organismos. Que já tem causa na origem pelo universo vital.

O centro de controle do funcionamento vital produz o universo vital, e que ambos vão produzir a funcionalidade do ser. Tanto física, química, metabólica, orgânica, estrutural, funcional, de inconscientes e conscientes, de personalidade, comportamento, emoções, sentidos, racionalidade, memória e pensamento lógico.

O universo vital e sua produção processam o funcionamento vital, que as características da funcionalidade deste universo vital será transmitida aos descendentes. E que conforme esta funcionalidade recebida o ser terá um tipo de personalidade, comportamento e psiquê.

O EU É UMA CONSEQUENCIA DO QUE É RECEBIDO PARA O FUNCIONAMENTO VITAL E A PRODUÇÃO VITAL.

ÓRGÃOS E FUNÇÕES DO ORGANISMO NA PRODUÇÃO DA PERSONALIDADE.

Uma pessoa com anemia –falta de ferro é uma pessoa triste e propensa a ter uma grande depressão se surgir algum abalo psíquico na sua vida.

Uma pessoa com problemas de rins é uma pessoa desanimada, cansada, triste e propensa ter problemas de depressão.

Uma pessoa com problemas do coração e circulação é uma pessoa alterada, e fica agressiva com facilidade. Ou seja, a densidade do sangue, a circulação deste sangue influencia no comportamento e personalidade da pessoa. Tem mais facilidade de se tornar um neurótico.

Uma pessoa com problemas de fígado tende a ter problemas comportamentais que podem mudar conforme situações adversas. Em momentos dóceis, em outros agressivo. Ou seja, é uma pessoa com diversas personalidades. E pode se tornar um neurótico sem passar por uma fase de depressão.

O metabolismo do organismo também determina a personalidade, que pode produzir um individuo triste, agressivo, eufórico, depressivo, ansioso.

Ou seja, a mente é um produto de todo universo vital, que age sobre o funcionamento do organismo, e que este funcionamento tem uma herança dos antepassados produzida pelo direcionamento, poder e universo vital.




A UNIFICAÇÃO GERAL ACONTECE EM TODOS OS FENÔMENOS FÍSICOS, QUÍMICOS, BIOLÓGICOS, ASTRONÔMICOS E COSMOLÓGICOS.

Pois em tudo há processos e produção de energia regendo todos os fenômenos. Pois a energia do oxigênio tem função primordial na estruturação vital e no corpo do ser vivo. Sem o oxigênio o ser não só deixa de viver, mas o oxigênio mantém a armação do corpo do ser vivo.

Mantém também a energia vital pelos processos produzidos pela energia do elemento químico oxigênio.

Ou seja, a vida é produzida e mantida por elementos químicos e processos físicos produzidos por estes elementos.

E que os processos produzem a energia e temperatura do corpo vital. E que tem ação a função primordial no funcionamento dos neurônios, do cérebro, da mente, da memória, da psiquê. Por isto que pessoas de idade elevada passa ter esquecimentos.

Uma pessoa com pouco oxigênio no cérebro tenderá a ter distúrbios mentais. Isto se confirma em pessoas com o crânio muito pequeno.

PSICOVITALIDADE. psicogênese

PSICOVITALIDADE. psicogênese
O eu, e a consciência – são produções do corpo coordenada pelo universo vital, que foram transmitidos pelos ascendentes. E esta herança foi trabalhada durante milênios pelo poder vital.Assim, se tem.poder vital -- desenvolve e coordena o universo vital -- produz o univeros vital -- processa o funcionamento orgânico e psíquico vital -- e que produz o eu e a consciência.ou seja, o eu nasce com o ser, assim como a sua mente e a sua consciência e inconsciência e a psiquê.ou seja, o eu é uma ferramenta da vitalidade, ou metabolização que completa o ser vivo.Que está no ser antes dele ter consciência de si, ou melhor antes dele nascer.

Psicovitalogia.

O que determina a psiquê, a personalidade, o comportamento é o centro vital que se encontra em todo o corpo e não só no universo vital.
Assim, temos.
1-Centro de coordenação vital e psíquico.
2-Universo vital.
3-Funcionamento e metabolismo vital, orgânico e transcendental.
4-Herança vital recebida.
5-Processamento vital psíquico.

O ser que recebe uma herança vital com má formação para o funcionamento geral do universo vital, ele estará propício a ter problemas psiquicos, será acessivel a depressão, neurose, e psicose.
Porém no geral, a vida não é pessimismo, mas sim felicidade.
O prazer não está no outro, e sim, nele mesmo pelo processamento dos sentidos e metabolismo orgânico.
A existência não é sofrimento, crueldade, maldade, mas sim plenitude existencial e trancendental.
Não é inconsciente ou inconscientes que rege a psiquê, mas sim todo corpo com todo seu universo vital em funcionamento.
Existir não é existir no outro, mas em si mesmo, é trancender e ser feliz e manter-se feliz.
Ser otimista consigo mesmo, está é a grande terapia que o ser possa encontrar. A cura está em si e não no outro.
O ser é um existente e com um universo em funcionamento dentro de si mesmo. Ou melhor ele é o próprio universo vital.
A sexualidade é uma ferramenta de reprodução criada pelo universo vital para a procriação e o prazer existencial, mas não tem função sobre a formação psíquica do ser.



Introdução.
A psicovitalogia é a ciência que busca explicar a origem da psiquê e dos distúrbios mentais através do universo vital e centro de controle vital.
Sustenta que a origem da mente é anterior a existência do próprio individuo. Que lhe é transmitida pelo universo vital já desenvolvido pelos antepassados e de todos os seres anteriores a ele.
É a ciência do universo vital na produção da mente.
Não se baseia em recalcamento, resistência, inconsciente, sexualidade e complexo de édipo. Mas sim se baseia no universo vital, nas funções vitais, orgânicas e metabólicas, que atua na produção do eu, do sujeito, do comportamento.
O ser não se encontra em recalcamento e resitência, todo ser tem por natureza e essência a sua vitalidade e é feliz consigo mesmo independete do mundo externo.
Logo o próprio funcionamento vital orgânico lhe proporciona satisfação e felicidade, que foi desenvolvido e evoluido por milênios, antes do ser nascer.
O universo vital desenvolveu os sentidos, a metabolização. O prazer a felicadade interna do ser.
A sexualidade não tem função nenhuma na formação da personalidade e da psiquê humana. Se o ser tem alguma depresssão, neurose, é que já nasceu com tendência para isto. E algum fato pode ter ajudado a aflorar a depressão ou neurose [revelando isto].
O ser por natureza não é um ser cruel, mas sim dócil, pode-se ver que as mães não comem os seus rebentos.


Natureza vital

A nossa vida psíquica é formada por natureza vital e universo vital, regidos por direcionamento vital e da vida existencial já estruturada pelo universo vital.
E não através de origem sexual, instintos e pulsões de prazer. Como narra a psicanalise.
Nascemos com um universo vital já estruturado orgânico e psíquico e somos um universo vital. Que nos foi transmitido.
A sexualidade não tem função nenhuma na formação psíquica do ser muito menos este inconsciente formado na infância.

Temos um centro psíquico orgânico vital que rege todo o corpo inclusive a psiquê.
Este centro é que rege todo funcionamento orgânico vital e psíquico do ser.
O complexo de Edipo não existe como formador da psiquê. Como já foi explicitado.
A sexualidade, pulsões de prazer não tem função na formação da psiquê. O ser já nasce com o seu universo vital orgânico psíquico.
Todo conjunto de elementos vitais nasce com o ser. Que se estruturou antes do ser nascer.

Fase uterina.
A fase mais intensa da existência do ser é a fase uterina. pois nesta fase acontece a mais intensa produção de metabolização, de hormônios, de temperatura elevada do organismo. E outros fenômenos.


Sobre a agressividade. E impulsos de agressividade e a não função da sexualidade.
Teoria corpo mente metabolização transcendência.
A mente não trabalha em função através de impulsos, como de agressividade e sexual, como demonstra a psicanálise, mas sim trabalha em função e através de direcionamentos vitais e funcionalidade vital e é o que leva o ser a conviver com o seu universo social e cultural.
Assim, o universo vital e direcionamento vital já se estruturou antes do ser nascer, ou seja, ele já nasce neste universo vital e com os valores e graus da sua psiquê. Que tambem não se estrutura através de inconscientes, mas sim do direcionamento vital.
Um ato de crueldade não tem origem sexual canalizada através de inconsciente, mas sim a pessoa já nasce com um mau funcionamento orgânico psíquico e vital, e que este mau funcionamento de todo organismo e de todo universo vital que acarretará a possibilidade de uma pessoa vir a produzir uma crueldade contra outra pessoa. Nisto se encontra os neuróticos e psicótico.
O ser nasce bom na sua plenitude vital, mas o ser pode herda uma carga vital e orgãnica com mau funcionamento, e que acarretará que o ser venha a se tornar mau e agressivo. Ou mesmo depressivo e suícida.
A bondade no ser faz parte de sua natureza vital e natural, a agressividade faz parte de mau formação vital e que tenha herdado já um mau funcionamento orgânico psíquico e vital dos antecedentes.

A agressividade e o amor não fazem parte de pulsões eróticas, mas faz parte da natureza do universo vital orgânico psíquico.

A agressividadde e crueldade não fazem parte de pulsões de morte e eróticas, mas sim, fazem parte do mau funcionamento do universo vital e orgânico.
O prazer não está no outro, mas em si mesmo através do funcionamento orgânico e sensitivo, e com menos intensidade nas emoções.

Fase uterina.
Ou seja, o próprio ser produz o seu prazer através da produção de seus sentidos, por isto que a fase existencial e funcional orgânica e psíquica mais intensa do ser se encontra durante a gestação, pois nesta fase que acontece os maiores processos orgânicos vitais e psiquicos, sensitivos, e metabólicos e tambem na produção de hormônios.

Logo, não existe isto de complexo de édipo, o ser não se encontra em conflito ele nasce e é metabolizado numa plenitude em si.
Ele não depende do mundo externo, pois ele já é em si um universo vital de metabolizações, sentidos, processos orgânicos, psíquicos e emocionais.

Não vou falar em instintos por que é quase irrelevante, mas instintos é uma ferramenta criada pelo universo vital para a sobrevivência do ser, principalmente num meio natural e selvagem.

O ser não é por natureza agressivo, nem as cobras ou os leões, as cobras só atacam quando acoadas, e os leões para a sobrevivência, e também o homem.
Outra prova, é que pai e mãe tem sentimentos para o acasalemento e para a procriação, principalmente durante a gestação e após o nascimento com o recém nascido.
Logo, os seres e o homem não é por natureza agressivo e cruel.
Até uma mãe com problemas psíquicos procura proteger a sua prole.
As doenças psíquicas não surgem por causa de repressão, mas sim é uma consequência da sua natureza vital, que o ser já nasceu com um mau funcionamento da sua natureza vital orgânica e psíquica.


A vida não é um embate com o outro, nao é um conflito permanente com o outro, a vida é prazer vital, o prazer se encontra e se processa dentro do ser , se estrututra e existe dentro do ser , e não fora dele. Pois a vida é antes de tudo o que o ser possui dentro dele e o compoê como ser. Ele é o que o produz, que é o universo vital.

Tanto é verdade que o que produz a vida e o prazer é a satisfação interior. Que é produzida pelo funcionamento e metabolização fisicoquímica que vai produzir o prazer, os sentidos, hormõnios, memória, sentimentos, racionalidade, instintos, vontades, emoções, desejos, etc.
Quanto mais novo maior é o prazer vital, emocional, psíquico e existencial.

O sonho nada mais é do que uma satisfação e prazer interior.
Nascemos num e com um universo que está dentro de nós, e não fora. E somos o que é este universo vital.
A fase uterina é a fase existencial mais intensa da existência de qualquer ser.
Depois a infãncia, tanto é verdade que as crianças sao voltadas para dento de si, ou melhor voltadas para si.
O mundo exterior não produz o ser e a sua personalidade, o mundo e universo de funções vitais que o produz.

A vida não procura por repouso e paz absolutos, pois a vida é processo, é transcendência, é vontade, tudo já produzido pelo universo vital, tanto é verdade que a própria vida já produziu mecanismo da eternidade e permanência da própria vida pela reprodução. Criando orgãos, sentimentos e hormônios para manter esta eternização pela reprodução.


O homem não é apenas um ser racional, ou emocional, mas sim é um ser vital.

Com percepção, sonhos, memória, consciência, racionalidade, emoção, instintos, líbido, inconsciência vital que são elementos produzidos pelo universo vital.

O inconsciente não é o lugar recalcado ou o próprio lugar de racalcamento, mas sim , um elemento vital.

O universo vital e físico tem função primordial no universo psíquico.

A sexualidade só tem função reprodutiva e transcendental no ser. Pois não tem função na formação psíquica do ser vivo.
A sexualidade é uma feramenta construída pelo universo vital.

FASE UTERINA.
O prazer é o prazer vital e sensitivo do corpo poduzido por todos órgâos e hormônios do corpo. Por isto que a fase mais intensa da vida é a fase uterina, pois além de estar numa temperatura elevada do corpo da mãe, o féto se encontra numa grande formação com grande produção de hormônios.

A HERANÇA DO UNIVERSO VITAL, O FUNCIONAMENTO DO UNIVERSO VITAL E A FASE UTERINA,
O FUNCIONAMENTO GERAL DO CORPO E DA MENTE, A FASE UTERINA SÃO AS FASES E DE PROCESSOS MAIS INTENSOS DA FORMAÇÃO DO SER VIVO.


Teoria psicovitalcraciológica.
O ser nasce num e em um universo de poderes vitais inseridos neles e que o constitui.
A sua mente é produto deste universo de poderes vitais.
E é um destes elementos vitais e transcendentais.

O universo vital não se encontra apenas na cabeça e no funcionamento dos neurôneos.
Está em todo ser, em todo seu funcionamento. Em todo corpo. Em toda funcionalidade.

Não pensamos com os pés. As mâos, com o coração ou um rim, mas sentimos o seu funcionamento e faz parte do universo vital. Assim, a psiquê não se estrutura por inconscientes, mas sim por poderes, direcionamentos do universo vital.
Um figado, rím, pâncreas, ou outro órgão com mau funcionamento vai produzir metabolizações que pode produzir sentimentos de tristeza, ansiedade, ou mesmo depressão.

A sexualidade não tem tanta função na formação da personalidade, comportamento, anseios libidinais. Isto faz parte da natureza do ser vivo. O ser já nasce com estes anseios, pois faz parte da natureza da reprodução e da transcendência vital que todos os seres levam consigo.
inclusive outros animais.
Um mau funcionamento de um órgão pode produzir um mau funcionamento vital e acarretar uma depressão funcional.
Assim, a natureza da psiquê não se encontra, no cérebro, na cabeça, mas sim em todo ser, principalmente e essencialmente no universo e direcionamento vital que o constitui.
Com todos os sentidos e funcionamentos.
Nascemos com esta carga vital, e temos a função de transferir aos descentes pela reprodução, por isto que o ser produziu e aperfeiçou todo sistema de órgãos para a reprodução, do contrário estes órgãos não existiriam, assim como a sua funcionalidade.

Assim, até os órgãos sexuais existem com função pré determinada, que foi construídos anteriormente para a produção e permanência da vida.
E não para produzir o inconsciente.

O inconsciente não tem nada haver com o universo sexual.
O inconsciente vital tem a sua função e a sexualidade tem outra.
E que ambos foram produzidos pelo universo e direcionamento vital para funções específicas.

Sobre a vida e a morte.
Para o universo vital não existe a morte, só há vida, pois a própria vitalidade se encaregou de produzir órgãos e funções para a permanência da vida. Que são os órgãos e funções da reprodução e transcendência da vida.
Pois, no universo vital o ser não nasce ele é transcendido, de pai para filho, e ele continua através dos filhos, por isto, no universo vital não se conhece a morte e nem o nascimento. Apenas a trancendência.

A essência da psiquê não está na mente, na consciência, ou na inconsciência, mas sim no centro de controle vital do organismo, e que rege o universo vital, e que a partir dai é que a mente começa a ter a sua função.

Tanto a inconsciência , quanto a consciência , o comportamento , a personalidade, memória, emoções, sensações, instintos, e razão são elementos produzidos pelo universo vital, que por sua vez é uma consequência do centro de controle e direcionamento da engenharia vital.

Pois, assim , os elementos da psiquê não tem nada haver com a inconsciência ou traumas da infância, muito menos com complexo de èdipo, sensações, linguagem, etc.

Nascemos com um centro de controle vital , num universo vital que se encontra em todo corpo, mente, funcionamento orgânico, etc. E a mente, porém não é só na mente.

E que este centro de controle é que vai determinar o funcionamento do univeros vital , e ambos vão produzir a psiquê. Que é conforme o indivíduo e o seu centro de controle e universo vital, que o mesmo vai ter um tipo de personalidade herdada e produzida.

Este centro de controle e universo vital é individual e particular.

O inconsciente é o resultado do universo vital.

O inconsciente não é discurso mas sim existe como resultado do universo vital que transcendiu até o ser para a sua formação e dos descendentes.

A psicogênese é o resultado do universo vital.

O eu, o inconsciente, o mim nascem do universo vital.

O que determina a personalidade e o comportamento e os desvios é o universo vital que se estruturou antes do ser vivo. e que vai determinar o funcionamento orgânico e psíquico do ser. Este funcionamento orgânico e psíquico herdado do universo vital que produz o ser é que vai determinar o comportamento, ansiedade, depressâo, etc.

Uma pessoa que ao receber um comunicado de uma morte de um pai ou mãe e entrar em depressão é que já nasceu com disposição para isto. estava latente nele. Apenas despertou.

Ou seja,o universo vital o transmitu.

Como tambem o funcionamento orgãnico e metabolozação química e física é herdado do universo vital.

O ser não se estrutura no outro, ou no discurso do outro,mas no em si recebido do universo vital e funcional.

psicogênese
Ou seja, está no próprio ser, e é anterior a ele mesmo, antes de existir o ser já tinha o seu universo vital, funcional e psíquico.

Mesmo antes de ser embrião.
Porém, a parte mais intensa da existência do ser vivo não está fora da placenta. ou seja, está durante a gestação.
Ou seja, o ser existe e mantém a sua existência fora do mundo histórico, social, existencial, libidial, e de pulsões.
O ser vive independente do mundo externo.
A mulher é um ser existente, pois é cosntítuida de universo vital.
O complexo de édipo não existe num universo psíquico, pois todo ser nasce com um direcionamento para a formação da sua personalidade e comportamento.
Alguns podem ter disposição vital e psíquica para desenvolver psicóses,neuróses e depressões.
Alguns seres podem revelar estes desvios diante de acontecimentos existenciais profundos, alguns nem precisa de ocorrer estes acontecimentos existenciais profundos, como morte na familia.
Ou seja, a mente não é um efeito produzido por complexo de édipo, ou pulsões, ou libidinais, ou de inconscientes.
A sexualidade é parte da natureza do ser, como o inconsciente, a personalidade e e alguns desvios que se deve à mau formação durante desenvolvimentos anterior a vida do próprio ser.
Ou seja,o ser nasce já num universo vital e com um universo psíquico, de comportamentos e personalidade e funções existenciais, funcionais e psíquicas.
Ou seja, não está nem no desejo, nem na consciência, muito menos na inconsciência.

Mas sim, é anterior ao ser, ele já nasce com ela e é inserido nela, que é o universo vital. Que produz o universo psíquico.
Trata-se de uma vitalcosmogênese.
O ser tanto homem e mulher, e outros animais fazem parte de um universo vital, como também o seu comportamento.

psicologia craciológica graceliana

SEGUNDA-FEIRA, 2 DE FEVEREIRO DE 2009

PRIMEIRA TEORIA DE PSICOLOGIA GRACELIANA.
TEORIA DE PSICOLOGIA VITAL.
PSICOCRACIOLOGISMO VITAL.
INCONSCIENCIOLOGIA VITAL E PSICOBIOCRIACIONISMO.

Autor. ANCELMO LUIZ GRACELI.
Brasileiro. Professor. Pesquisador teórico. Graduado em filosofia.

ancelmoluizgraceli@hotmail.com

Endereço. Rua Itabira, número 5, Rosa da Penha, Cariacica, Espírito Santo, Brasil.


Colaborador. MÁRCIO PITER RAGEL.

Trabalho registrado na Biblioteca Nacional.

DO QUASE NADA TUDO PODE SURGIR – EXCETO DEUS. POIS É O ÚNICO ABSOLUTO.

Esta teoria se complementará com a TEORIA DE BIOLOGIA BIOCRACIOLÓGICA GRACELIANA, com alguns fundamentos da inconscienciologia vital que já foram publicados na internet.


INCONSCIENTES ESTRUTURANTES.

Existe varias formas de inconscientes agindo e estruturando a vida e a mente, como também a personalidade, o eu, a fisiologia, e outros fenômenos.

Vê-se que a psique e a personalidade são produto de inconscientes que regem e estruturam a vida e a mente.

O ser vivo, tanto homem como animal é regido por inconscientes, e estes inconscientes estão por traz de todo comportamento de todo ser vivo.

Vê-se que um homem ou uma cobra age da mesma forma diante do perigo.

A produção vital metabólica do organismo e do espírito produz o eu psíquico daquele corpo e espírito, ou seja, a união de duas vidas surge um novo espírito com características genéticas de comportamento, de amor, perdão, unidade, fraternidade que se assemelham aos pais.

Pois, como funcionamento vital metabólico que se assemelha aos pais o espírito também vai se assemelhar.


SOBRE O ESPÍRITO E A AÇÃO DE DEUS.

Assim, o eu psíquico surge e é uma produção do universo vital metabólico do ser em processo bio físico químico e espiritual.

E o seu espírito e alma também terão um tipo de comportamento semelhante aos pais, pois o espírito e alma vêm de Deus.

Porém Deus capacitou o universo vital de transcender aos filhos o espírito.

Assim o espírito surge de Deus através da união de duas vidas que dá inicio a um novo ser vivo, assim como, o funcionamento bio fisico químico e metabólico que se assemelhará aos pais.

Como também o eu psíquico, personalidade, formas lógicas e racionais de pensar, de se emocionar, de conviver, etc.

O ESPÍRITO E A ALMA TAMBÉM TERÃO CARACTERÍSTICAS RECEBIDAS DOS PAIS.

1- Assim, temos o eu psíquico como uma produção do vital metabolismo do funcionamento do corpo do ser vivo.

2- O espírito também se alimenta deste funcionamento vital metabólico.

3- Assim o eu psiquico, e alma e espírito nascem do universo vital metabólico do ser vivo a partir da união de duas vidas, que terão características dos pais.

4- O espírito terá características de comportamento e anseios que variam de um para outro, porém estas características sempre estarão próximas das dos pais.

5- O inconsciente nasce e é produzido deste universo vital metabólico que o ser vivo é composto.


TIPOS DE INCONSCIENTES.

Como o racional, o emotivo, o instintivo, o vital e biológico, o psíquico, e outros.

O vital determina o caminho que a vitalidade venha tomar nas suas modificações, num avanço em direção ao aprimoramento de funções, produção de energia, sintetização celular e de hormônios.

É uma potencialidade e uma essência de produção e proteção da vida, tanto biológica quanto psíquica. É o produtor dos outros inconscientes.


1-INCONSCIENTE BIOLÓGICO determina e rege a vida durante aquele momento. Todos os inconscientes são integrados. E trabalham em função da vida inclusive e principalmente o psíquico.


2- O INCONSCIENTE INSTINTIVO rege as funções instintivas e fisiológicas de defesas e necessidades na produção de mecanismos em defesa da vida do ser, como cheiro, mudanças de cor e formas, órgãos e funções. E outros.


3- O RACIONAL rege as conclusões instantâneas da mente, e transfere como forma racional lógica e pronta ao ser vivo. Sem nenhum esforço.

4- O EMOTIVO é de sentimentos e emoções que constantemente é produzido pela pessoa, que a mesma nem sempre tem consciência.

5- O INCONSCIENTE do eu natural está constantemente em produção e tem a função de defesa e manutenção da integridade do ser vivo.

6- O FISIOLÓGICO, bioquímico e biofísico que rege as funções vitais do ser vivo.

7- O REPRODUTIVO, genético e transcendental que rege as funções vitais em direção a manutenção e transcendência da vida.

8- O DE APRIMORAMENTO E EVOLUÇÃO DA VIDA.



Logo, A PSIQUÊ ESTÁ VOLTADA PARA DEFESA E MANUTENÇÃO DO EU. Que se fundamenta em outros inconscientes, que são regidos pelo inconsciente vital e biológico, vê-se que a personalidade e desvios psíquicos, como neuroses e psicoses, e depressão, estão relacionados à produção de inconscientes, e neles.


CENTRO PSÍQUICO DO SER.

Ou seja, não é no líbido, na sexualidade, ou em pulsões, mas sim, no centro psíquico do ser, que é a inconsciência nas suas várias formas e funções.

Uma pessoa pode ter problemas mentais por alterações químicas e fisiológicas, e que estas alterações podem ser transmitidas por hereditariedade, porém, estas alterações vão fazer-se presentes nos inconscientes.

O INCONSCIENTE VITAL tanto coordena o funcionamento do mecanismo e funções da vida quanto da mente e seus inconscientes. Ou seja, a mente nada mais é do que um dos mecanismos vital que tem a função de trabalhar para a vida do ser como potencialidade de mudança.

Que trabalham em função da melhoria e defesas do funcionamento vital. E todo universo psíquico consciente regido pelo inconsciente, e que determina e rege a mente.


Assim, A MENTE É UMA PRODUÇÃO DA VIDA, para os seus próprios mecanismos de sobrevivência e defesa, onde são produzidas formas variadas de inconscientes, onde é determinado o eu, a psiquê, a personalidade.

PODE-SE DIVIDIR E MENTE EM.

UNIVERSO VITAL.
INCONSCIENTE VITAL.
INCONSCIENTE BIOLÓGICO.
FORMAS VARIADAS DE INCONSCIENTES.
EU PSÍQUICO INCONSCIENTE.
EU PSÍQUICO CONSCIENTE.
VIDA PSÍQUICA – felicidade, personalidade, emoções, desvios depressivos e outros.


Assim, O UNIVERSO DA MENTE NÃO ESTÁ FORA DO SER VIVO, mas sim no centro do mesmo, pois o ser pode ser dividido em ser vital e biológico e SER INCONSCIENTE REGEDORES DOS FENÔMENOS VITAIS E PSÍQUICOS.

E não em inconscientes da infância, ou pulsões, ou sociais ou religiosos. O ser vivo já nasce com ele, pois é parte e natureza da sua essência vital, biológica e psíquica inconsciente.

Ou seja, não é durante a gestação que o inconsciente surge, mas sim é uma potencialidade, é um elemento da vida, é como uma ferramenta de proteção da vida, um direcionamento.

É PARTE INATA E INERENTE DA CONSTITUIÇÃO VITAL DO SER VIVO. É mais uma essência incubada que o ser levou milhões de anos para produzir para ajudar na manutenção, proteção e mudanças das potencialidades vitais, que foram criadas por poder superior como forma de criação.

Pois só um Deus seria possível de produzir uma obra tão complexa como a vida e a matéria viva.


O EU NASCE E É ESTRUTURADO PELO PSÍQUICO INCONSCIENTE DO EU NATURAL, FORMADO PELO PODER DA VONTADE DO CRIADOR. ENQUANTO A POTENCIALIDADE MANTEM E VIDA E A ESSÊNCIA DO INCONSCIENTE. O PSÍQUICO INCONSCIENTE É O QUE FORMA O EU, A PERSONALIDADE, A MENTE.

E OS DESVIOS DA MENTE SÃO PRODUTO DO MAU FUNCIONAMENTO DESTA ENGRENAGEM, QUE ENVOLVE.

VITALIDADE - poder vital sobre a vida e a mente e o eu.
POTENCIALIDADE - poder inato de direcionar a vida e a mente e o eu.
FUNCIONALIDADE E – desenvolvimento das funções do eu e da mente.
ESTRUTURALIDADE - Comportamento do eu e da mente perante si e dos outros.


O PSÍQUICO INCONSCIENTE NATURAL JÁ NASCE COM O SER VIVO, é parte natural da sua essência vital, e é um dos mecanismos criado pela vitalidade para manter o funcionamento do ser vivo e manter a sua existência.

Vê-se que em seres como os morcegos que criaram mecanismo para a sua existencialidade, como forma de radares, sensores térmicos, e uma proteção térmica durante o dia para dormir, e que durante o dia eles dormem, e a noite saem para sugar sangue ou comer frutas.

Ou seja, eles sabem que o calor do dia mantém uma estabilidade térmica do seu corpo, mantendo assim uma estabilidade funcional do seu corpo, pois à noite durante o frio eles se aquecem com vôos e alimentos.

Vê-se que há uma inteligência vital em todo este processo, sem considerar que produz uma forma de anestésico para não incomodar as vítimas durante a sugação.

Logo eles também possuem uma forma de psíquico inconsciente vital. Assim, faz parte da sua natureza e é um dos mecanismos de proteção e manutenção da vida.

O inconsciente vital trabalha para manter o ser vivo. É um mecanismo a serviço do ser, pois é daí que surge todo universo do ser vivo.

E produz a personalidade, o eu centrado, psiquê, vontades.

E os desvios são do mau funcionamento do inconsciente vital, que age e produz a psiquê. Pois a personalidade já nasce com o ser vivo, é parte da sua natureza. Não se forma durante a infância.


O INCONSCIENTE É REGIDO POR ESTÍMULOS.

Estímulo vital, orgânico, psíquico, existencial, emocional, instintivo, transcendental, espiritual.

Estes estímulos fazem parte da natureza do ser vivo, e compõe o seu universo psíquico inconsciente, onde surge o eu, o voltado para si, a personalidade, o inconsciente aberto que se revela.

ASSIM O DETERMINANTE DA MENTE É O INCONSCIENTE QUE DETERMINA E REGE A VIDA DO SER.

É um inconsciente por ser o homem não ter consciência de um mecanismo que trabalha em função da vida e da mente sem que o próprio ser vivo se dá conta de que existe toda uma estrutura trabalhando para a sua vital existência. Da sua personalidade e do seu eu.

A INCONSCIÊNCIA É PARTE FUNDAMENTAL DA NATUREZA HUMANA E VITAL DE TODOS OS SERES VIVOS.

O inconsciente é regido pelo funcionamento vital e orgânico, que se mantêm por estímulos internos, onde ocorre a produção do eu.

Os fenômenos naturais do mecanismo da vida produzem o universo de estímulos e potencialidades que são na verdade formas e tipos de inconscientes.

Logo, o universo da psiquê não vem de fora para dentro, mas sim, da origem, de dentro para dentro, como a memória. E comportamentos sociais, morais, e existências.

Abalos como morte em família pode levar o ser a uma depressão, porém, a sua estrutura básica vem de dentro para fora e não o contrário.

Os instintos e vontades sexuais são partes da vontade existencial, fazem parte de estímulos voltados para a manutenção da vida, e não são determinantes da mente, e é apenas mais um dos elementos vitais que rege a vida e a existência.



ELEMENTOS COM FUNÇÕES EM PROL DA VIDA.

Ou seja, NASCEMOS COM ELEMENTOS PARA DESENVOLVER FUNÇÕES EM PROL DA VIDA e sua manutenção, e estímulos, instintos, sentimentos, emoções, inconsciência vital, etc. Tudo faz parte e existe produzido pela vida em função dela mesma.

Falar que a mente existe como algo fora da realidade vital, é como dividir o ser vivo em vários. O coração, uma veia, um orgânulo, a mente, uma emoção, um instinto, tudo funciona em função da manutenção da vida e foi produzido por ela, para ela mesma.

O SER É UM TODO.

O SER NÃO É UMA FRAGMENTAÇÃO DE PARTES, MAS SIM, UM TODO INTER-RELACIONADO COM FUNÇÕES A DESENVOLVER EM PROL DA PRÓPRIA VIDA.

Até O SONHO TEM A FUNÇÃO DE LIMPAR, VARRER PROBLEMAS QUE POSSAM AFETAR O BOM FUNCIONAMENTO VITAL E ORGÂNICO.

O sonho tem haver com o dia a dia na resolução de problemas sociais e existenciais em prol da vitalidade funcional.

A vitalidade produz os inconscientes onde eles moldam e estruturam o ser vivo e o homem, na sua personalidade e na produção de estímulos inconscientes.


E CONSCIÊNCIA E ANSEIOS E ESTÍMULOS PSÍQUICOS.

Assim o eu será moldado conforme o universo de inconscientes vitais que compõe o ser, e eles são moldados de dentro para fora e não de fora para dentro.

Assim, o ser de poder superior deu potencialidade a vida de produzir os comandos inconscientes para a sua própria funcionalidade, estes comandos agem sobre o somático, o funcional, o orgânico, o vital, o psíquico e o transcendental na reprodução.

Ou seja, a vida produziu para si mesmos comandos vitais para a sua sobrevida e manutenção da mesma, e que a psiquê é só mais um destes comandos.

Onde surge a partir daí o eu natural, a personalidade, memória, etc.



O INCONSCIENTE PODE SER DIVIDIDO EM VÁRIAS FORMAS E TIPOS DE INCONSCIENTES.

INCONSCIENTE VITAL.
BIO FUNCIONAL E BIO ORGÂNICO.
BIOQUÍMICO NA REPRODUÇÃO DE COMPONENTES QUÍMICOS DENTRO DOS ORGANISMOS.
PSÍQUICO BIOFÍSICO NO FUNCIONAMENTO DO ORGANISMO E DINÂMICA DE ÓRGÃOS E MOVIMENTO DE ENERGIA.
NA PRODUÇÃO DE ENERGIA PELOS RIBOSSOMOS.
NA PRODUÇÃO DE HORMÔNIOS.
NA REPRODUÇÃO, E NA GENÉTICA.
NA RACIONALIZAÇÃO INCONSCIENTE DO FUNCIONAMENTO DO CORPO E DO CÉREBRO.
NA INCONSCIENTIZAÇAO DA EMOÇÃO, SENTIMENTOS E PERSONALIDADE.

Ou seja, o nosso universo mental e vital é infinitamente inconsciente. Que também pode ser chamado de RACIONALIDADE INCONSCIENTE VITAL.

A psiquê é um universo de componentes vitais que funcionam e se processam em prol do bom funcionamento bio vital, psíquico vital e sensitivo.

A CONSCIÊNCA É UM INSTRUMENTO QUE CONSTRÓI O EU E QUE DÁ O GRAU DE PERSONALIDADE AO SER HUMANO.

A mente é uma ferramenta construída pela vitalidade para trabalhar para a própria bio vitalidade.

A MENTE NASCE DE INCONSCIENTES VITAIS, QUE FORMAM A PSIQUÊ, AS EMOÇÕES, SENTIMENTOS, SENTIDOS, RACIONALIDADE, PERSONALIDADE, E O EU VOLTADO PARA SI.

A BASE ESTRUTURAL DA MENTE É TRANSMITIDA DE PAI PARA FILHO, INCLUSIVE DESVIOS E ANSEIOS, OU MESMO NEUROSES.

O EU JÁ VEM COM SUA ESTRUTURA QUASE PRONTA E POSSUI UM GRANDE DESENVOLVIMENTO DURANTE A GESTAÇÃO.

A mente é parte de um conjunto de componentes vitais, como eu centrado, psicovital, crácio orgânico, inconsciente vital e psíquico, sentidos, eu centrado, instintos, anseios, desejos, sentimentos, logicidade inconsciente, racionalidade vital, e outros.

Mesmo o ser herdando dos pais desvios psíquicos, estes desvios podem fazer parte do seu universo bio orgânico. Que este mau funcionamento vai acarretar desvios de conduta e mau funcionamento psíquico.

Como já foi exposto, o universo mental é formado por vários componentes funcionais, como psíquico orgânico e vital, mental, inconsciente funcional, sentidos, eu centrado, eu inconsciente, e outros.




A FAMÍLIA E VALORES SOCIAIS, EXISTENCIAIS E RELIGIOSOS AJUDAM NA FORMAÇÃO DA PSIQUÊ.


COMPONENTES FUNCIONAIS E ESTRUTURAIS DA CONSTRUÇÃO DA MENTE.

Universo psíquico vital, inconscientes, estrutura genética, e outros.

1-Poder psíquico vital, bio-organica, inconscientes vitais, universos psíquicos da família,

2-Estrutura bio-orgânica da vitalidade e da família, e da mente.

3-Universo de inconscientes vitais, funcionais biológicos, funcionais vitais e genéticos, funcionais psíquicos.

4-Universo da construção do eu inconsciente, eu centrado, eu da gestação, eu da vitalidade e reprodutivo.

5-Universo de elementos da construção do eu.

A mente foi construída pela vitalidade para trabalhar em função da própria vitalidade.


COMPONENTES FUNDAMENTAIS NA CONSTRUÇÃO DA VIDA.

1-Vitalidade é o poder na construção da vida.

2-Biovitalidade é o ser vivo no seu universo vital, funcional e estrutural.

3-Organicidade é o universo funcional do ser vivo.

4-Transvitalidade é o universo vital funcional do ser vivo voltado para a perpetuação da espécie e o melhoramento da vida , produzindo e reproduzindo espécies e seres sempre mais fortes.

5-Inconsciencialidade vital é o funcionamento orgânico e vital do ser vivo, com um alto gerenciamento voltado para o perfeito e completo funcionamento orgânico sem o ser vivo ter consciência deste gerenciamento funcional.


A INCONSCIÊNCIA SE DIVIDE EM.

Vital,

Bio-orgânica,

Biofuncional,

Transvital [reprodutiva, sexual e genética].

E psíquica.


O UNIVERSO DA MENTE.

O universo psíquico tem origem vital pelo desenvolvimento da vital biologia para trabalhar em função do funcionamento vital e biológico.

Inconsciência vital e psíquica, onde todos os valores da mente são estruturados a partir da inconsciência.

E, intensidade e variações psico somática, para o seu bom e perfeito funcionamento, e que padrões psíquicos e funcionais somáticos podem ser transmitidos geneticamente aos descendentes.


VITAL PSIQUISMO.

A mente, a personalidade, o eu se estruturam através e em função de sua natureza vital psíquica. Ou seja, a própria essência mental do ser humano e seres vivos é inconsciente e psíquica, e esta essência vital natural é uma forma de inconsciência, que é e constitui o ser humano, que a partir daí que vai desenvolver a estrutura de sua mente, do seu eu, e da sua personalidade.


A MENTE E A PERSONALIDADE.

São parte natural de todo ser vivo, porém o que vai determinar o tipo e estrutura desta personalidade é a própria natureza individual do inconsciente vital, que cada ser vivo carrega, pois parte é herdada dos antecedentes e parte o próprio ser vivo desenvolve, e parte é processual, estrutural e biopsicofísico.

PORÉM, A PSIQUÊ É NATURAL À EXISTÊNCIA HUMANA, OU SEJA, TODO SER VIVO POSSUI A SUA.

Pois a mente e a personalidade são uma ferramenta produzida pela vitalidade para trabalhar em função dela, assim como os sentidos, emoções, e racionalidade.

A mente é produto da natureza vital e do eu. As mudanças ocorrem de dentro para fora e não de fora para dentro. E também é regido e coordenado pelo universo vital.


INCONSCIENCIOLOGIA VITAL E PSÍQUICA.

A mente e todo universo psíquico emocional sensorial e racional são partes e existe como produção e para o funcionamento vital.

Ou seja, a vitalidade construiu estas ferramentas para funcionar para o perfeito e inabalável funcionamento psiquico bio vital e físico químico do corpo.

Ou seja, a responsável pela construção da mente não é a cultura, muita menos a sexualidade, mas sim o inconsciente vital que rege o funcionamento do corpo e sua transcendentalidade pela reprodução e genética, assim como o seu funcionamento bio vital.

Assim, a mente é um produto da inconsciência vital, ferramenta construída pela vitalidade para trabalhar em função do funcionamento da vida, e esta ferramenta que determina o eu e a personalidade do ser vivo, e não pulsões, instintos, libido, cultura, etc. Logo a mente é uma produção natural e vital e não social religioso ou cultural.

Instintos, anseios, vontades sexuais, libido, emoções, racionalidade, etc. fazem partes da natureza do ser vivo. E são ferramentas fabricadas pela vitalidade para trabalhar em função da vida. E isto constitui a vida e a mente.





CRACIOLOGISMO VITAL, PSÍQUICO SOMÁTICO, PSÍQUICO, RACIONAL, FUNCIONAL E METABÓLICO, APERFEIÇOATIVO, TRANSCENDENTAL, FISIOLÓGICO, GENÉTICO E REPRODUTIVO.

Se o corpo não tivesse a consciência vital da necessidade da reprodução ela não construíria todos os órgãos, hormônios, funções etc., para haver a reprodução.

A natureza da saúde do corpo é o bom funcionamento, e qualquer desvio o corpo procura através de seus poderes já desenvolvidos sanar estes problemas ou mau funcionamento.

O mesmo acontece com o psíquico, o mau funcionamento leva às depressões, neuroses e outros problemas, que na maioria das vezes são causados por desvios de funcionamento vital e orgânico. Ou mesmo metabólico na produção ou transformação de energias e hormônios.


CRÁCIO PSICOLOGIA.

Vê-se que a origem, a base e o fundamento da psiquê se encontram na natureza do poder psíquico. Que tem origem na herança vital das células que forma o novo ser, e esta herança que vai levar para o resto da vida, com capacidades e ou desvios de funções.

Ou seja, não se estrutura na infância com o complexo de Édipo, mas sim, já é recebido dos ascendentes geneticamente, e não é um inconsciente, mas sim um poder que vai atuar durante toda a vida do ser.

E com poderes e capacidades ele vai procurar estruturar-se para sanar os problemas para possuir uma vida saudável. Logo, o que rege a mente não é conscientes ou inconscientes, mas o poder vital.

OU SEJA, O PODER VITAL ESTRUTURA E DETERMINA O INCONSCIENTE, QUE A PARTIR DAÍ VAI DETERMINAR A PSIQUÊ, O EU E A PERSONALIDADE.

CRÁCIO PQUÍSICO SOMÁTICO.

O corpo cria mecanismos de produção química e de metabolização para haver uma vida e existência saudável, prazerosa e feliz no ser.

Para que ele possa transmitir uma boa vida aos descendentes.

Ou seja, o corpo é um poder que conhece a si mesmo e cria mecanismos e metabolizações para o bom funcionamento da vida processada naquele corpo.


CRÁCIO RACIONALISMO.

O poder vital conhece a transcendentalidade e a necessidade de criar condições e órgãos para esta passagem.


CRÁCIO EVOLUÇÃO.

O poder cria condições para mudanças futuras ou inesperadas para o funcionamento da vida, como mecanismos para evolução, ou para defender-se de novas doenças. Ou mesmo de desvios genéticos.

Logo, a vida é um poder hospedado num corpo vital. Ou seja, o corpo é apenas onde um poder está alojado e agindo na produção da vida por um poder todo seu.

1-O CORPO É A SUBSTÂNCIA DA MATÉRIA VIVA.

2-A VIDA É O FUNCIONAMENTO.

3-O VITAL É O DIRECIONAMENTO, como cérebro que coordena a respiração e as batidas do coração. Funcionamento de órgãos e produção de energia e hormônios.

4-O PODER VITAL.

O poder vital é a ação de poder que age sobre o funcionamento e direcionamento da vida, criando condições para funcionamento natural e essencial para a vida, defesa e anticorpos, mudanças para situações momentâneas ou futuras, onde leva a evolução.

E rege a transcendentalidade que é a genética e a reprodução, pois a vida é inserida de um poder e uma inteligência que a racionalidade do homem está aquém da vital.

O poder vital direciona, modifica, cria defesa, cria inteligências vitais, sabe da necessidade da reprodução, cria mecanismo para o bom funcionamento do cérebro, da mente, dos órgãos e orgânulos celulares.

E atua na sintetização e produção de energia, canais na locomoção de sangue e energia, bombas para impulsionar este sangue, órgãos na produção de hormônios, orgânulos na produção celular de energia no caso os ribossomos, cromossomos na reprodução e genética.

E vários outros órgãos e mecanismos que a vida constrói para sobre existir na mais perfeita saúde e transcender em direção a eternidade.

Logo, o ser se modifica conforme os poderes e potencialidades que ele já desenvolveu e os possui, e nada tem haver com condições externas, primeiro é o mundo interno do ser, para depois adaptações ao mundo externo conforme os seus poderes e potencialidades.

Vê-se que tanto poder não pode surgir do nada, e aí que temos de novo o poder do criador.


PODER PSÍQUICO VITAL.
INCONSCIENCIOLOGIA VITAL.

A mente é como um órgão que trabalha inconscientemente para o perfeito funcionamento de si, por isto que ele trabalha inconscientemente voltado para si e centrado para si, que pode ser o eu centrado a e voltado para si.

Por isto que toda anomalia que a mente possa sofrer ela inconscientemente trabalha para detectar as agressões ao bom e perfeito funcionamento psíquico vital da mente.

A MENTE É UMA BASE ESTRUTURAL.

Logo a base estrutural da mente se encontra nela mesma e não fora dela, pois ela produz para si mesmas componentes químicas, metabolizações, produção de energia, processos físicos.

Tudo voltado para o seu perfeito funcionamento. E ela sempre se encontra na procura de sanar anomalias e doenças que a mesma possa estar sofrendo.

Ela detecta e cria mecanismo para a cura, para que tudo continue na mais perfeita harmonia, pois a mente é um instrumento e ferramenta na coordenação vital e do funcionamento de todos os órgãos, células e orgânulos.

Por isto que a mente é uma ferramenta que trabalha para ajudar a coordenar toda vida e processos inseridos no ser e para ela mesma.

Logo, a base do universo vital se encontra na própria mente e não na sociedade, ou padrões sexuais.

As células também possuem instrumentos para a coordenação funcional da vida.



VOLTADO PARA SI E EU CENTRADO.

O voltado para si e o eu centrado é o inconsciente vital que faz com que a mente trabalhe inconscientemente para o seu perfeito funcionamento, o ser e nem a mente racional possuem consciência deste funcionamento.

Assim, a mente cria todos os mecanismos para o seu perfeito funcionamento, que desenvolvem assimilações a sentidos, cheiros, instintos, etc.

A MENTE É UM INSTRUMENTO VITAL E PSÍQUICO.

Logo a mente é um instrumento que trabalha para si mesma e para o funcionamento vital e geral da vida em todo ser.

E ajudam na coordenação da reprodução, respiração, produção de energia, alimentação, funcionamento celular, etc.


VITAL TRANSCENDENTOLOGIA.

A vitalidade se auto programa para se transmitir a aperfeiçoar-se constantemente, e criar mecanismos psíquicos funcionais nos orgânulos celulares para a transcendência da vida e sua perpetuação e aprimoramentos. E sempre criando novos mecanismos funcionais, transcendentais, reprodutivos e genéticos, e de defesa e ataque os invasores da sua soberana funcionalidade.






VITAL PSICOFÍSICA.

O ser possui poderes vitais e psíquicos que atuam sempre em direção a funcionalidade da vida, e na coordenação da produção de energia das células e transformação bioquímica.


TRANSCENDÊNCIA PSÍQUICA.
INATISMO VITAL E PSÍQUICO.

A base fundamental da mente é recebida dos ascendentes, ou seja, dos pais, se a vida é transmitida e não surge do nada.

Logo, o ser que nasce possui todo seu organismo funcional, estrutura física, funções biofísicas, fisiológicas, bioquímicas, que funcionarão conforme os pais, ou seja, apenas será dado o prolongamento da vida no sucessor.

Se os pais tiveram um mau funcionamento fisiológico, este mau funcionamento fará parte da natureza de algum dos filhos.

Assim, a mente, o psíquico, os sentimentos, emoções, sentidos, racionalidade, lógica de raciocínio, anseios, e desvios psíquicos virão dos ascendentes.

Os descendentes poderão desenvolver alguma base, porem ela será moldado em cima do que já recebeu. Ou seja, uma pessoa rebelde ela já tem uma base de berço da rebeldia dos pais. O mesmo acontece com todas as outras formas psíquicas.

Logo, a personalidade e o eu da pessoa já vem moldada no ser e na sua vitalidade e inconsciencialidade mesmo antes da mesma nascer, através da base psíquica que ela herda que ela vai desenvolver a sua mente.


TRANSPSICOLOGIA.

Conforme a base vital de funcionamento para os processos da vida que a pessoa recebe ela desenvolverá um funcionamento somático e psíquico conforme esta base, e terá condições de produzir elementos vitais para o funcionamento da vida e sua transcendentalidade e reprodução.

Como também componentes bioquímicos e funções biofísicas para o perfeito funcionamento da mente.

Vê-se por aqui que o vital age sobre o somático que age sobre o psíquico, e o psíquico sobre o somático e o vital.

Ou seja, todo universo de produção de componentes bioquímicos, funções biofísicas, funções fisiológicas e comportamentos psíquicos tem uma base que nasce com a pessoa, e que sobre esta base a pessoa desenvolverá o seu universo vital, funcional, bioquímico, psíquicos comportamentais voltados para a perfeição da sua vida e existência.



TRANSCENDENTALISMO PSÍQUICO E VITAL.

A base estrutural do eu, da personalidade, do comportamento, ansiedades, comportamentos de introversão e introversão, e de desvios já nasce com a pessoa, é parte natural e inata do seu universo inato e natural da sua vitalidade.

Todo universo psíquico faz parte da natureza vital da pessoa, inclusive as características e desvios. Pois a pessoa apenas é um prolongamento do universo vital e psíquico dos seus pais.

O mesmo acontece com o universo neurológico, fisiológico, psíquico somático. E outros.


PSICOLOGIA DA TOTALIDADE.


O FUNCIONAMENTO MENTAL, A SAÚDE E PERFEIÇÃO MENTAL E SEUS PROVÁVEIS DISTÚRBIOS SE DEVEM A VERTENTES, COMO.


DE HERANÇA GENÉTICA SOBRE O FUNCIONAMENTO ORGÂNICO.

DE HERANÇA GENÉTICA SOBRE O FUNCIONAMENTO PSÍQUICO VITAL, QUE ENGLOBA TODO INCONSCIENTE VITAL.

FUNCIONAMENTO ORGÂNICO ANTEPASSADO.

FUNCIONAMENTO ORGÂNICO PRESENTE.

FUNCIONAMENTO PSÍQUICO PRESENTE E ANTEPASSADO.

FUNCIONAMENTO EXISTENCIAL, TRANSCENDENTAL, ESPIRITUAL E SOCIAL.

E FUNCIONAMENTO VITAL.
Que engloba a mente como parte e ferramenta da vida para trabalhar em função da própria vida. Ou seja, a mente não existe separada do funcionamento da vida, não existe separada do funcionamento orgânico, não existe separada do inconsciente vital, não existe separada do inconsciente reprodutivo, transcendente e existencial.

Não existe separada do espírito como entidade criada por Deus e que hospeda e se processa no homem, com anseios voltados para o próprio homem e a sua saúde vital e espiritual.


Ou seja, a mente e o homem não são só um e não se forma de uma só coisa ou fenômeno, mas sim, uma totalidade de coisas e fenômenos e anseios existenciais.


Ou seja, a mente não é um fenômeno só psíquico, mas sim, antes ela faz parte de uma engrenagem vital e biológica voltada para o funcionamento da própria vida, ou seja, ela é uma parte de um todo construído para funcionar para a vida e sua transcendentalidade, reprodução, vontade, que tem por fim e objetivo a perpetuação da vida.

Ou seja, todos os elementos da mente são construídos pela própria vitalidade para ser mais uma ferramenta em prol da transcendência e perpetuação da própria vida, e não apenas da mente.

Ou seja, a mente é uma ferramenta construída conscientemente pela vitalidade para ser mais uma ferramenta da vida.


PSICOLOGIA BIOLÓGICA.

O espírito também é mais um componente construído pela vitalidade e direcionamento de Deus para a manutenção da vida.

Logo, não devemos ligar a personalidade a fatores da infância, pois já faz parte da natureza do homem e da sua mente, não se forma durante a gestação ou durante a infância, mas sim, os cromossomos e óvulos já carregam consigo a característica e tipo de personalidade própria do homem.

O mesmo acontece com o espírito. Ou seja, a característica da mente e o espírito são transmitidos, e da união forma-se um novo espírito e uma nova mente.

Ou seja, a mente, é inata no homem, e existe a priori, se forma no homem enquanto o homem se forma em ser vivo.



OU SEJA, A MENTE É PRODUTO DE COORDENAÇÕES VITAIS E DE PROCESSOS E FUNCIONAMENTOS ORGÂNICOS FUNCIONAIS NA PRODUÇÃO DE ENERGIA E TRANSFORMAÇÃO DE COMPONENTES QUÍMICOS.

Que são recebidos via hereditariedade e desenvolvidos vitalogicamente durante a gestação e inicio da vida fora do útero. Todo este desenvolvimento se faz por fases vitais, biológicas, funcionais, bioquímica e biofísica dentro da vida do ser no seu inicio, e também no inconsciente biológico. E não por fatores externos, libidinais, pulsões ou instintos.


A MENTE É FRUTO DE PROCESSOS FÍSICOS E FUNCIONAMENTOS VITAIS.

Os processos biofísicos e sintetizações de energia produzem a mente, o inconsciente vital.

psicologia craciológica graceliana - segunda teoria

PSICOCRACIOLOGIA GRACELIANA


Psicovitalismo e fisiologia.


Segunda teoria de psicologia vital graceliana.


PSICOBIOLOGISMO. PSICOBIOCRIACIONISMO.


Psicobiocraciologismo graceliano.


Autor. ANCELMO LUIZ GRACELI.


Brasileiro, professor, pesquisador teórico, graduado em filosofia.

ancelmoluizgraceli@hotmail.com


Rua Itabira, número 5, Rosa da Penha, Cariacica, Espírito Santo, Brasil.


Colaborador. MÁRCIO PITER RANGEL.


Teoria registrada na Biblioteca Nacional.


DO QUASE NADA TUDO PODE SURGIR – EXCETO DEUS. POIS É O ÚNICO ABSOLUTO.


Este trabalho se complementará com a biologia, psicologia e filosofia craciológica graceliana. Publicados na internet.



INCONSCIENTE COORDENADOR DA VIDA.


O ORGANISMO VITAL POSSUI VIDA PRÓPRIA, E MENTE PRÓPRIA COMO FORMA INCONSCIENTE DE DIRECIONAR E COORDENAR A VIDA E A PSICOVIDA DO SER.


FACULDADE E POTENCIALIDADE DE PRODUZIR MECANISMOS VITAIS.


Como também tem a faculdade de produzir mecanismo para a sua existência. Como, eletricidade em enguias, luminescências em vaga-lumes, mente em outros, cheiro e espinho em outros, cores e mudanças de cores e formas conforme a necessidade e a potencialidade.


E prossegue em direção a manutenção da vida e de formação de novas espécies.



PODERES PSÍQUICOS INCONSCIENTES.


Vê-se que tudo isto é fruto e causa de poderes psico inconscientes regedores da vida. Como um poder superior da criação, onde é regido a vida, a inconsciência vital, o funcionamento e a formação dos seres vivos, onde ocorre o aperfeiçoamento dos órgãos e das células, dos sentidos, da mente, da memória, do bem estar mental, da construção do eu psíquico vital, e outros.


POTENCIALIDADE REGEDORA DE VONTADES.


É uma potencialidade regedora de vontade e direcionamento próprio, que se direciona e direcionam a vida e seu funcionamento total, psíquico, bioquímico, biofísico, bioexistencial e formador de novas espécies.


PODER SUPERIOR.


Através do poder superior ocorre a vida, e é em si à vontade e a essência, é em si a potência estruturadora da vida, da mente e da formaçao de novas espécies.


Onde desenvolve mecanismos para aperfeiçoar os sentidos, variar conforme pode e vontade e direcionamento o crescimento de seus pêlos quando o frio aumentar.


Os olhos virarem ou aumentar o seu alcance conforme a necessidade de caçar ou fugir de um predador.


Melhora dos sentidos, da alimentação, funcionamento dos orgânulos celulares. Ou seja, é um universo de potencialidades psicovitais na manutenção da vida e da existência do ser vivo.



ORDENAMENTO PSÍQUICO VITAL.


Enquanto nas células acontecem um ordenamento psíquico funcional para sempre melhorar as funções de todos os orgânulos.



Assim, existe um poder superior sobre a potencialidade psicovital inconsciente e biológica, que rege a vida e a mente, sentidos, manutenção funcional e mudanças, e todo funcionamento do ser vivo em direção para formar o ser vivo e sua perpetuação.



ENGRENAGEM DE POTENCIALIDADES, FACULDADES E PODERES.


Tem-se aí toda engrenagem e potencialidades para o funcionamento da vida. Pois a vida é um universo de funcionamento harmônico e é como um maestro regendo todo seu desenrolar. Tanto no plano psíquico, quanto no biológico, no químico, e no fisico, e até no plano transcendental que é a manutenção da vida pela reprodução, genética e aprimoramento do funcionamento da vida, levando ao aprimoramento.


Assim, qualquer modificação é regida por poderes e potencialidades psíquicos vitais que fazem parte da natureza do ser vivo.

Assim, as espécies surgem do poder do aprimoramento vital e do poder vital.


Assim, o universo vital de psicopotencialidades regedoras da vida é natural do ser vivo que vai reger toda sua vida inclusive a mente do homem e de todos os animais. Pois como o homem todos os animais possuem sua mente, e alguns entram em depressão como cães e macacos do Brasil.


Assim podemos dizer que a vida significa potencialidades, inteligência regedora, vontades inconscientes, funcionamento vital por controle inconsciente do corpo, e transcendência.




PODEMOS DIVIDIR O PODER PSÍQUICO VITAL EM.


-Poder superior do criador.


-Potencialidade psicovital.


-Mente do corpo que rege o seu funcionamento.


-E o sentido transcendental de internalizar o ser vivo e a vida, com a reprodução e a genética.


Vê-se nos olhos, que é onde temos o sentido da visão, que é uma consciência do mundo exterior por poderes interior, e tem como função registrar focos para construir um todo de imagem, isto acontece com todos os sentidos. Ou seja, um todo de uma engenharia de pequenas partes que temos a noção de um todo completo, porém são pequenas partes que se entrelaçam formando um só registro para a manutenção da vida.



Em termos psíquicos a mente é uma construção de potencialidades psicovitais da própria vida, e também com toda vida. Assim mente, ser vivo, evolução possuem uma só causa, porém sendo fenômenos diferentes.



PRINCÍPIO DO APRIMORAMENTO VITAL.


A vida é regida pelo aprimoramento do funcionamento vital, desenvolvem detectores, psiquê, sentidos e outros mecanismos para produzir e manter a vida e só se consegue isto através de poderes desenvolvidos internamente, logo a vida não se encontra numa evolução, mas sim num aprimoramento.


Logo a vida e espécies não são produto do acaso ou de condições externas, mas sim de poderes vitais direcionadores de aprimoramento.


E de mudanças e mutações para se manterem vivos, no caso de algumas bactérias e vírus que se modificam e criam mecanismos de defesa à antibióticos para se manterem vivos.


E que esta mudança ocorre por que o ser vivo possui e desenvolveu estes poderes e potencialidades vitais. Poderes este que tem uma origem inata e de origem do poder divino.


A teoria da evolução é uma teoria de efeito e não de causa. Pois não mostra o que está regendo a própria evolução.


Enquanto a vitalogia craciológica procura a causa em detrimento ao efeito.




SOBRE O SER VIVO.


É O SER QUE SENTE, PENSA, POSSUI VONTADES E SE PREOCUPA COM A TRANSCENDENTALIDADE.


PODERES PSICOVITAIS E PSICOTRANSCENDENTAIS.


Vê-se que a vida possui vontade própria que direciona o seu funcionamento e sua produção hormonal, química, física, biológica, psíquica e transcendental. Onde por direcionamento psíquico desenvolve potencialidades e funções biológicas e fisiológicas para a sua vida.


E se tem tanta capacidade ela também produz a mente e seu funcionamento, onde por vontade coordena e procura produzir meios físicos, químicos, biológicos, para a sua existência e perfeito funcionamento, por isto que o poder da mente influi sobre o comportamento da pessoa.


E tratamento químico melhora o comportamento psiquico depressivo, e neurótico do ser.


Pois tanto a mente pode ativar e acelerar e sintetizar componentes químicos e hormonais, tanto quanto remédios podem atuar nas mesmas funções.



TRANS POTÊNCIA EXISTENCIALIDADE.


Assim, a psiquê é produto de uma interação biopsicofísico e biopsicoquímica, onde esta interação de sintetização é a natureza essencial tanto da psicologia, fisiologia.


E A TRANS POTÊNCIA EXISTENCIALIDADE, PODER DO SER VIVO DE PRODUZIR COMPONENTES QUÍMICOS, MECANISMOS, FUNÇÕES E ÓRGÃOS PARA MANTER A SUA EXISTÊNCIA, TRANSCENDER E SE PERPETUAR NA SUA ESPÉCIE ATRAVÉS DA REPRODUÇÃO.


Vê-se que ser vivo, homem, mente, transcendência são produto de uma só causa. Que é o poder psíquico orgânico do ser vivo, onde a mente com todas as suas potencialidades e variaçoes são produto, ou seja, uma ferramenta construída pela vida para trabalhar em função da própria vida.


Vê-se que a sintetização celular é ativada pelo psíquico orgânico, e por sua vez o psíquico orgânico é alimentado e é um produto do amadurecimento lento do poder vital. E que age sobre o funcionamento fisiológico e neurológico, onde o homem com a sua mente é um estágio deste processo e desta troca de interações de poder psicovital e sintetização celular.


Vê-se também que uma disfunção hormonal pode causar uma depressão, e uma grande depressão pode alterar o comportamento funcional de sintetização e produção bioquímica e biofísica do ser vivo, pois tanto a mente age sobre o bioquímico e biofísico quanto o bioquímico age sobre a mente.



INCONSCIENTE VITAL.


Assim, o psico orgânico e biopsicofísico que é o inconsciente do corpo, e que rege e determina o eu psíquico inconsciente que funciona no homem como o produtor é o regulador voltado para o bom funcionamento geral do eu do corpo, do eu da mente, do eu do inconsciente.


Este inconsciente do corpo rege toda vida orgânica, metabólica, psíquica e transcendental do homem e de todos os seres vivos, desde a produção de mecanismos funcionais componentes químicos e funcionais, quanto mentais, pois o inconsciente vital, a mente e tudo estão voltados para o pleno funcionamento da vida.


Pois até com a transcendentalidade e eternidade o ser vivo se preocupa, como também através da reprodução e da genética, pois do contrário a vida se esvairia, a se vê mais uma prova do Criador.



VÊ-SE QUE O INCONSCIENTE VITAL ESTÁ ALÉM DOS INSTINTOS DO SER VIVO, POIS ELE COORDENA, REGE MODIFICAÇÕES E TRANSCENDE.


A psiquê vital do corpo e do seu funcionamento psíquico orgânico. O biopsicofísico age no ser não apenas modificando e alterando o funcionamento e a estrutura, como na produção de novos seres vivos, mas também no funcionamento e estruturalidade morfológica, mente fenômenos fisiológicos, e sintetização de energia e hormônios.



CRACIOPSICOVITALISMO.


PODER DO CRIADOR E PODER DA VIDA SOBRE A PRÓPRIA VIDA.


O BIOPSICOFÍSICO AGE DE TRÊS FORMAS


1- Na sua produção. Na produção da vida e direcionamento funcional de toda vida.


2- Na estrutura psíquica do ser humano e de todos outros seres, na ação sobre hormônios e funcionamento orgânico e nervoso, psicologia, neurologia e fisiologia.


3- Na forma de inconsciente orgânico e vital do corpo, o que está além do inconsciente da mente, é como o centro que rege e administra toda psiquê e o funcionamento orgânico.



SOBRE O SONHO.


O sonho é o estímulo do funcionamento da mente e do corpo, que nutri a psiquê existencial e vital do ser vivo durante a noite, ajuda na manutenção da vigília do funcionamento da vida e de seus processos essenciais, por isto que o sonho é estimulado e produzido.


Pois o sonho além de ter uma função psíquica também tem uma função fisiológica, neurológica de satisfação vital e existencial, levando o ser a produzir hormônios e estar mais atento ao funcionamento geral do ser vivo em direção à coordenação da vida, ou seja, o sonho é um estímulo psíquico, e que ajuda na cura de depressivos e neuróticos.



O SONHO E SUA FUNÇÃO FISIOLÓGICA, VITAL, PSÍQUICA E EXISTENCIAL.


O sonho foi construído pelo poder vital, para ser mais uma ferramenta na produção e manutenção da vida.



O SONHO É UMA FERRAMENTA VITAL.


O tem a função de estimular hormônios e metabolizações durante o sono. E também satisfação pessoal a existencial. Ou seja. O sonho tem função também psíquica em prol do funcionamento vital.



PSICOVITALISMO.


SOBRE A MENTE E SEUS MECANISMOS.


A mente possui mecanismos próprios e independentes, pois ela funciona em função de promover a vida do ser e da pessoa, e nada tem haver com sexualidade, pulsões, ou padrões sociais. A mente funciona pela vida, em função da vida e é regida pela vida, pois a função da mente é estar voltada para o centro do ser vivo, ou seja, na psicologia e psicanálise a mente funciona para o voltado do interior de si.


Este mecanismo se origina na formação biopsicofísico do individuo e se mantém na forma de psiquico orgânico.


O sentido do funcionamento da vida, que atua na mente como um inconsciente voltado para si e para a manutenção e o bom funcionamento da vida orgânica e mental.


Inconsciente funcional vital que é o próprio psiquico orgânico voltado para o funcionamento que também é o do bem estar da mente e do eu psíquico.


O EU, O VOLTADO PARA SI, O CENTRADO, A PERSONALIDADE, SÃO PRODUTO DO BEM ESTAR E DESVIOS E NEUROSES DO MAU FUNCIONAMENTO DO PSICOFÍSICO.


O maníaco, o depressivo, a ansiedade, o suicida, o sonâmbulo, o eu, a personalidade, e outros elementos da psiquê estão relacionados ao psíquico orgânico que rege o inconsciente do eu da vida no voltado para si, e que determina todo universo psíquico.



HEREDITARIEDADE PSÍQUICA.


O psíquico orgânico e sua estrutura de funcionamento como também alguma anomalia pode ser transmitida a descendentes, em que toda família que tem alguma disfunção psíquica, como depressão, suicida, mal de pânico, pode haver disfunção isolada de casos familiares.


Estas disfunções psíquicas podem vir à tona por problemas sociais, existências, emocionais como no caso de morte por parentes, ou mesmo por ingestão de componentes químicos ou vegetais.


Assim o que rege a mente é o inconsciente vital, pois a mente é uma construção da própria vida para trabalhar para ela. E não a sexualidade, pulsões, instintos, ou padrões sociais e culturais.




O UNIVERSO DA MENTE PODE SER DIVIDIDO EM.


1- Mundo psíquico vital e psíquico orgânico, que é o inconsciente geral da vida, do corpo e da mente, que rege o funcionamento da vida.


2- Componentes da mente, como inconsciente que rege a mente, eu, personalidade, e outros.


3- Defesa e proteção da mente do corpo e do eu pelo inconsciente para não haver ataque ao eu psíquico.


4- Eu, valores familiares, emoções, sentimentos, pensamento.


5- Valores externos, como sociais, existenciais, religiosos, e outros.


6- Anomalias e distúrbios, e ataques ao bom e perfeito funcionamento da mente e do eu existencial.



O inconsciente funcional que rege o funcionamento da vida, da mente, e do organismo produz o eu centrado e voltado para si.


O INCONSCIENTE DO EU SE DIVIDE EM.


1- O inconsciente da produção da vida.

2- O inconsciente da produção da mente.

3- O inconsciente da produção e funcionalidade orgânica.

4- O inconsciente do eu centrado do voltado para si.

5- Da transcedencia existencial, no caso a reprodução e a relação social.

6- O existencial social e moral e da alimentação da vida e da mente.


O mundo da sexualidade, da auto proteção e preservação das espécies, da personalidade, dos sentimentos e emoções, e mesmo os desvios psíquicos e depressivos estão relacionados com este mundo de inconscientes que impera e existe no homem e animais.


A ÁRVORE DO UNIVERSO DA MENTE.


Do inconsciente que é o biopsicofisico, ou psíquico orgânico e que dá sustentação ao inconsciente do direcionamento do funcionamento da vida, direciona também a mente, e produz o inconsciente do eu centrado e voltado para si no sentido da auto preservação da mente e da existência.


E que já nasce com a pessoa num sentido inato de todo ser humano. Tem-se o inconsciente como forma de eu absoluto, onde o sentido da auto preservação direciona os instintos e seu desenvolvimento, vontades de sexualidade, sentido de existência, sentimentos, emoção, amor, os bem, instintos normais e anormais, personalidade, depressão, sonambulismo, sonhos, ansiedades, sentimento de suicídio, neuroses e psicoses, e outros sentidos e comportamentos psíquicos que o homem possa sentir e desenvolver.


Observação. A sexualidade faz parte da natureza vital, existencial, mental e transcendental e não é o agente da mente, porém o agente e produtor da mente são todos os inconscientes vitais, funcionais e transcendentais que trabalham em função da vida e sua perpetuação, e o ser vivo possui inconsciência da própria perpetuação existencial.


A sexualidade é mais um componente construído pelo poder vital para trabalhar em função da vida.


Animais, como cães, macacos, gatos, morcegos também possuem sentidos psíquicos, como depressão, agressão.



NUMA ÁRVORE PSÍQUICA, NA SUA RAIZ, PRIMEIRO ENTRA OS INCONSCIENTES NATURAIS, INCONSCIENTES DO SENTIDO DA VIDA E DA AUTO PRESERVAÇÃO, E A PRODUÇÃO INCONSCIENTE DA MENTE.


NO MEIO E NO TRONCO DA ÁRVORE ENTRA O INCONSCIENTE DO VOLTADO PARA SI E INCONSCIENTE DO EU CENTRADO E DA AUTO PRESERVAÇÃO.


NO TOPO DA ÁRVORE, NOS GALHOS, ENTRA O EU INCONSCIENTE QUE DIRECIONA A MENTE INDEPENDENTE DO SER HUMANO DIRECIONÁ-LO CONSCIENTEMENTE. E TAMBÉM ENTRA O EU CONSCIENTE, ELEMENTOS PSÍQUICOS E COMPONENTES PSÍQUICOS.



Vê-se que o mau funcionamento psíquico orgânico leva a pessoa a ter uma mau direção nas suas vontades e elementos psíquicos, levando-os a ter depressão, sonambulismos, disritmia, vontade suicida, neuroses, psicoses e maníaco depressivo, que poderão ser transmitidas geneticamente, porém como vimos tudo isto nada tem haver com sexualidade da infância e vontades libidinais.



CATEGORIAS DO UNIVERSO DA PSIQUÊ.


1- Psíquico vital e psíquico orgânico, funcionamento biopsicofísico, transcendência aos descendentes.


2- Eu vital, mundo de inconscientes naturais da vida, do corpo, do ser, da mente, da existência.


3- Elementos psíquicos naturais.


4- Personalidade, pensamentos, consciência, sentimentos.


5- Desvios psíquicos, depressão, ansiedade, neuroses, psicoses.


6- Mundo social, moral e religioso, fé, existência e valores morais.


7- Relaçao entre mundo social e natural.


8- Mundo da fé e de valores existenciais.



O eu vital é o eu voltado para si mesmo com todos os inconscientes, sentimentos e elementos da psiquê produzidos pelo psíquico orgânico, que recebe os elementos da vida social, como família, valores sociais e morais. Limites existenciais vitais e psíquicos, transcendentais e da reprodução.


O eu vital é o ponto central que se está instalado todos componentes da psiquê, onde eles emergem, convergem e são filtrados.


O eu vital é o eu da vida do ser, onde todos os inconscientes de produção da vida e elementos para o bem estar e inconscientes de proteção, ataque e defesa e filtragem pela consciência atuam na formação do universo da mente.


É o eu que possui componentes para o bem estar da vida, do corpo, da mente e da existência.


É o eu voltado para a vida e a essência do eu. E está em todas as formas de inconscientes naturais, e voltado para a manutenção da essência da vida do individuo.


O eu vital é produzido pelo psíquico orgânico que se desenvolveu com o aprimoramento da vida, é o centro de toda engrenagem voltada para a vida e essência do ser humano, desde as potencialidades da natureza bio reprodutiva até a vida social, moral e psíquica existencial.



Assim, vê-se que a potencialidade psicobiofísica produz mecanismos de proteção para a existência e transcendentalidade do ser humano, e todos outros animais, podendo neste universo de potencialidades vitais desenvolver defesas e mecanismos para a plena existência humana.



ESTES MECANISMOS SÃO.



1- Psíquico orgânico – inconsciente geral da vida, da mente e do corpo.


2- Componentes da mente - inconscientes, mente, e personalidade.


3- Defesa e proteção da mente, do corpo e do eu como forma inconsciente de ser.


4- Eu e valores sociais, morais e existenciais.


5- Distúrbios ao bom funcionamento vital.



POTENCIALIDADE VITAL.


Potencialidade vital não é o mesmo que inconsciente vital. Potencialidade vital faz parte da natureza e essência do ser, e inconsciente vital é o mecanismo que a vida desenvolveu para o seu bom funcionamento. E o inconsciente vital não é o mesmo do inconsciente da mente, pois mente o inconsciente vital é o vigilante e regedor da vida no ser, enquanto o inconsciente da mente rege a mente do ser vivo.



A mente, os sonhos são uma produção natural da vitalidade no processo da vida, é mais um mecanismo que a vida desenvolveu para a realização e do seu bom funcionamento.


E a mente foi desenvolvida pela vida para ajudar na proteção e desenvolvimento da própria vida e existência do homem e de todo ser vivo.


Vê-se que todos os animais possuem mente, pois desenvolvem conscientemente aptidões para a sua sobrevivência, como o equilíbrio, reprodução, comunicação, e outros.


Logo, a mente surge da vida e existe para trabalhar em função da vida. Logo todo este aparato é transmitido aos descendentes.


Como já foi dito, neste mesmo texto se vê que a depressão, sonambulismo, ansiedade, ânsia de suicídio, fazem parte do mau funcionamento do mente, que é produzido ou pela própria mente, ou por mau funcionamento orgânico.


Assim, se vê que a mente surge com as potencialidades vitais, o funcionamento vital produz o funcionamento da mente juntamente com o inconsciente do eu, e o consciente do eu no mundo com os valores sociais, morais, existenciais e religiosos.


A mente é um mecanismo e potencialidade criada e mantida pela vida, que trabalha em função da própria vida e da melhor forma da sua funcionalidade.


Assim, e só um mau funcionamento leva os distúrbios psíquicos como neuroses, psicoses e outros.



A ORIGEM DA ALMA A PARTIR DA UNIÃO DE DUAS NOVAS VIDAS.


A ALMA E O ESPÍRITO.


A união de duas vitalidades diferentes passa a funcionar para um novo e próprio direcionamento, onde vai direcionar a sensibilidade para o centro desta nova vida, a partir desta união.


E desta sensibilidade vital surgirá o eu vital, o eu psíquico, a alma, e o espírito.


Ou seja, o espírito surge a partir da vitalização e sensibilidade da nova vida que se formou da união de duas vidas diferentes e de funcionamento próprio e centralizado, onde surgira um novo ser.


Que a partir da fecundação vão vitalizar e sensibilizar como uma só. Ou seja, o inicio de um a partir de dois. E temos aí o prosseguimento [transcendência] da alma e do espírito.


Por isto que o Criador deu o poder da vida ao ser, para que ele eternize a alma, o espírito, o bem, a vida e a vitalidade, ONDE A VITALIDADE É O PODER SOBRE A VIDA METABÓLICA.



Temos aí o inconsciente transcendental na produção de novos seres [alma e espírito] e eternização e transcendentalidade da vida pela reprodução e de um novo e centralizado funcionamento vital. Pois o objetivo é a construção da eternidade e o seu psíquico aprimoramento, pois só um poder superior poderá estar na direção desta engrenagem fabulosa, mágica de poder e supremacia.


Vemos que a matéria por si só não é possivel de construir e ter o poder de estar na direção de tanto mecanismos vitais, sensitivos, e psíquicos.






Posted by ancelmo luiz graceliat 6:35 AM0 comments


TEORIA DA PSICOVITALIDADE.


A vitalidade surge do ser vivo e a vitalidade é o processo da sua auto existência, pois todo ser vivo é a soma de dois lados, o direito e o esquerdo presente nos órgãos, circulação, sistema nervoso, respiratório, mente, cérebro, logo o ser é produto e depende do seu interior para sobreviver e perpetuar-se, onde cria aptidões e altera a sua constituição física, química funcional, sensitiva, reprodutiva e psíquica.


As mudanças da vitalidade ocorrem de dentro para fora, enquanto a evolução defende que as mudanças dependem do meio ambiente.


Logo o ser vivo não é produto de uma evolução, mas sim de uma vitalização psíquica orgânica, sensitivo, estrutural e mental.


Vê-se que os eqüinos durante o inverno aumentam os seus pêlos, e isto é uma capacidade psíquica e funcional que o ser já desenvolveu através de poderes vitais e que possui esta potencialidade.


Logo, toda mudança é comandada e dirigida de dentro para fora e não de fora para dentro.


Por isto que a mente trabalha em direção ao bom funcionamento.


E o mau funcionamento que vai levar o ser a ter desvios, ansiedades, psicoses, e outros. Porém a vitalidade psíquica trabalhará e comandará a mente para o bem viver psíquico.


GESTACIOLOGIA.


É durante a gestação que o ser vivo possui o seu apogeu existencial, físico e vital, onde mais a sua mente vai se desenvolver e o seu espírito se formar, possuir maior satisfação existencial e vital, sua personalidade tem o seu maior desenvolvimento, possui euforia vital. E outros fenômenos com intensa atividade.


Como, sintetizações de bioenergia, sentidos, movimentos biológicos, formação de componentes químicos e processos biofísicos, e formação do eu, que durante a vida se desenvolverá com maior intensidade.


E durante a vida que a funcionalidade bio orgânica, mantém vivo e em funcionamento o eu psíquico e os sentidos, e a vitalidade com seus inconscientes.



TEORIA DA PSICO VITALIDADE PERSONAL.


A mente é produto da natureza vital e do eu que se forma com ela.


A mente existe não em função do funcionamento da mente ou do eu, mas sim a mente é mais um órgão construído pelo ser para a sua auto existência.


Logo, o mundo libidinal ou de pulsões não forma o ser vivo na sua constituição psíquica, mas a sua constituição psíquica é uma construção da vida e uma ferramenta para o bom funcionamento do ser vivo.


FERRAMENTAS PSÍQUICAS DA VIDA.


O mente, o eu, o mim, os instintos, as pulsões, as emoções, consciência, inconsciência, memórias e racionalidade são ferramentas construídas pelo poder vital para trabalhar em função da vida.


A sexualidade é mais uma destas ferramentas, e já nasce com a pessoa, lhe é transmitida. Poderá sofrer algum desvio.


Porem a sexualidade em si faz parte da natureza do ser vivo, como ferramenta para manter a transcendentalidade e perpetuação da espécie.


Logo, a sexualidade não determina a personalidade e o eu da pessoa.


Todos estes elementos fazem parte da essência e natureza da pessoa, que foram construídos pelo poder e desenvolvimento vital para serem ferramentas para trabalhar em função da vida e de sua perpetuação.


É claro que cada uma tem a sua função.


O VITAL PSÍQUICO PERSONAL.


O que forma o eu é o poder vital individual e personal que cada ser vivo possui. Todos os seres possuem o vital personal. Pois todos estão vitalizando para se manterem vivos. E perpetuarem em função da vitalidade já desenvolvida.


Logo o vital psíquico personal é o agente que produz o eu.
Posted by ancelmo luiz graceliat 6:34 AM0 comments


TEORIA DA PSICOVITALIDADE.


A vitalidade surge do ser vivo e a vitalidade é o processo da sua auto existência, pois todo ser vivo é a soma de dois lados, o direito e o esquerdo presente nos órgãos, circulação, sistema nervoso, respiratório, mente, cérebro, logo o ser é produto e depende do seu interior para sobreviver e perpetuar-se, onde cria aptidões e altera a sua constituição física, química funcional, sensitiva, reprodutiva e psíquica.


As mudanças da vitalidade ocorrem de dentro para fora, enquanto a evolução defende que as mudanças dependem do meio ambiente.


Logo o ser vivo não é produto de uma evolução, mas sim de uma vitalização psíquica orgânica, sensitivo, estrutural e mental.


Vê-se que os eqüinos durante o inverno aumentam os seus pêlos, e isto é uma capacidade psíquica e funcional que o ser já desenvolveu através de poderes vitais e que possui esta potencialidade.


Logo, toda mudança é comandada e dirigida de dentro para fora e não de fora para dentro.


Por isto que a mente trabalha em direção ao bom funcionamento.


E o mau funcionamento que vai levar o ser a ter desvios, ansiedades, psicoses, e outros. Porém a vitalidade psíquica trabalhará e comandará a mente para o bem viver psíquico.


GESTACIOLOGIA.


É durante a gestação que o ser vivo possui o seu apogeu existencial, físico e vital, onde mais a sua mente vai se desenvolver e o seu espírito se formar, possuir maior satisfação existencial e vital, sua personalidade tem o seu maior desenvolvimento, possui euforia vital. E outros fenômenos com intensa atividade.


Como, sintetizações de bioenergia, sentidos, movimentos biológicos, formação de componentes químicos e processos biofísicos, e formação do eu, que durante a vida se desenvolverá com maior intensidade.


E durante a vida que a funcionalidade bio orgânica, mantém vivo e em funcionamento o eu psíquico e os sentidos, e a vitalidade com seus inconscientes.



TEORIA DA PSICO VITALIDADE PERSONAL.


A mente é produto da natureza vital e do eu que se forma com ela.


A mente existe não em função do funcionamento da mente ou do eu, mas sim a mente é mais um órgão construído pelo ser para a sua auto existência.


Logo, o mundo libidinal ou de pulsões não forma o ser vivo na sua constituição psíquica, mas a sua constituição psíquica é uma construção da vida e uma ferramenta para o bom funcionamento do ser vivo.


FERRAMENTAS PSÍQUICAS DA VIDA.


O mente, o eu, o mim, os instintos, as pulsões, as emoções, consciência, inconsciência, memórias e racionalidade são ferramentas construídas pelo poder vital para trabalhar em função da vida.


A sexualidade é mais uma destas ferramentas, e já nasce com a pessoa, lhe é transmitida. Poderá sofrer algum desvio.


Porem a sexualidade em si faz parte da natureza do ser vivo, como ferramenta para manter a transcendentalidade e perpetuação da espécie.


Logo, a sexualidade não determina a personalidade e o eu da pessoa.


Todos estes elementos fazem parte da essência e natureza da pessoa, que foram construídos pelo poder e desenvolvimento vital para serem ferramentas para trabalhar em função da vida e de sua perpetuação.


É claro que cada uma tem a sua função.


O VITAL PSÍQUICO PERSONAL.


O que forma o eu é o poder vital individual e personal que cada ser vivo possui. Todos os seres possuem o vital personal. Pois todos estão vitalizando para se manterem vivos. E perpetuarem em função da vitalidade já desenvolvida.

0 comments: